Um final de semana de oração, fé e comemoração « Paróquia Nossa Senhora do Rosário

(49) 3442.0358

Notícias › 10/06/2018

Um final de semana de oração, fé e comemoração

A Paróquia Nossa Senhora do Rosário celebrou neste domingo, 10, a grandiosa festa de Santo de Antônio, padroeiro do município de Concórdia – SC. Depois de uma trezena em preparação para a maior festividade paroquial, o domingo da festa começou ao som dos foguetes anunciando aos concordienses e devotos do Santo casamenteiro que o grande dia havia chegado.

A Santa Missa teve início às 09h30, na Igreja Matriz, e foi presidida por Frei Luiz Toigo. Concelebraram a Sagrada Liturgia os demais frades franciscanos da paróquia e também os padres camilianos que trabalham no Hospital São Francisco, em Concórdia. A homilia ficou a cargo do pároco, Frei José Idair Ferreira Augusto, que, partindo da segunda leitura, extraída da Segunda Carta de São Paulo aos Coríntios, comentou acerca da comunhão entre os membros da Igreja, já que todos somos sustentados pelo mesmo Espírito. “O Espírito que nos conduz, que nos faz acolher o Messias, o enviado do Pai como único Salvador e Redentor”, disse o frei. “Negar a divindade de Cristo é pecar contra este Espírito. Por graça do Divino Espírito, nós cremos. E, porque cremos, falamos”, concluiu.

Falando para todas as 64 comunidades da paróquia, representadas por membros de pastorais, movimentos, ministros e catequistas, Frei José Idair também teceu um comentário sobre a primeira leitura, um excerto do Gênesis que narrava a origem do pecado. “Assim como Deus perguntara a Adão e Eva onde eles estavam, assim também o Criador continua perguntando a todos nós: onde nós estamos? Onde nós estamos: na fé, no diálogo, na compreensão, na participação, no espírito de unidade, de comunhão, na solidariedade, na prática da justiça, na vivência da caridade?”

Antes do início da celebração eucarística, o pároco acolheu ao prefeito e sua esposa, Sr. Rogério e Sra. Jucela Pacheco. O casal entrou na Igreja Matriz carregando a bandeira do município, ao som da Valsa Concórdia, música-ícone da cidade, que tem o título de Capital do Trabalho, o que exprime a noção de um povo laborioso. Após o prefeito e a primeira-dama, entraram diversas representações das comunidades da paróquia, carregando sempre a imagem do santo padroeira de cada capela. As imagens foram depositadas junto ao grande santo homenageado, Santo Antônio.

Durante o ofertório da Missa, foram levados até o altar duas cestas: uma contendo produtos industrializados, doados pelos paroquianos para o Amigo Secreto de Santo Antônio; e outra com produtos feitos na cozinha do Pavilhão Cinquentenário durante a Trezena.

Após a Eucaristia, a comemoração se estendeu no pavilhão, com a tradicional roda da fortuna, almoço e sorteio da festa premiada, na qual, além de 3 automóveis 0km, também foram sorteados diversos outros prêmios.

A todos que se fizeram presentes na Missa e na festa, aos que prestaram sua colaboração durante a produção e dedicaram seu tempo e este grandioso evento, os nossos agradecimentos. E que Santo Antônio proteja e abençoe a todos.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.