Natividade de Nossa Senhora . Festa « Paróquia Nossa Senhora do Rosário

(49) 3442.0358

Liturgia diária › 08/09/2017

Natividade de Nossa Senhora . Festa

Agerada8 de Setembro de 2017

Cor: Branco

1ª Leitura (Mq 5,1-4a)

De ti há de sair aquele que dominará em Israel.

Leitura da Profecia de Miquéias

Assim diz o Senhor:
Tu, Belém de Éfrata,
pequenina entre os mil povoados de Judá,
de ti há de sair
aquele que dominará em Israel;
sua origem vem de tempos remotos,
desde os dias da eternidade.
Deus deixará seu povo ao abandono,
até ao tempo em que uma mãe der à luz;
e o resto de seus irmãos
se voltará para os filhos de Israel.
Ele não recuará, apascentará com a força do Senhor
e com a majestade do nome do Senhor seu Deus;
os homens viverão em paz,
pois ele agora estenderá o poder
até aos confins da terra,
e ele mesmo será a Paz.
– Palavra do Senhor.
 – Graças a Deus.

 


Salmo (Sl 70(71),6; Sl 12(13),6 (R. Is 61,10)

R. Exulto de alegria no Senhor.
0,6Sois meu apoio desde antes que eu nascesse, +
desde o seio maternal, o meu amparo: *
para vós o meu louvor eternamente!R.

uma vez que confiei no vosso amor, +
meu coração, por vosso auxílio, rejubile, *
e que eu vos cante pelo bem que me fizestes!R.


Evangelho (Mt 1,1-16.18-23)

O que nela foi gerado vem do Espírito Santo.

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus

Livro da origem de Jesus Cristo,
filho de Davi, filho de Abraão.
Abraão gerou Isaac; Isaac gerou Jacó;
Jacó gerou Judá e seus irmãos.
Judá gerou Farés e Zara, cuja mãe era Tamar.
Farés gerou Esrom; Esrom gerou Aram;
Aram gerou Aminadab; Aminadab gerou Naasson;
Naasson Gerou Salmon;
Salmon gerou Booz, cuja mãe era Raab.
Booz gerou Obed, cuja mãe era Rute.
Obed gerou Jessé.
Jessé gerou o rei Davi.
Davi gerou Salomão,
daquela que tinha sido a mulher de Urias.
Salomão gerou Roboão; Roboão gerou Abias;
Abias gerou Asa;
Asa gerou Josafá; Josafá gerou Jorão;
Jorão gerou Ozias;
Ozias gerou Jotão; Jotão gerou Acaz;
Acaz gerou Ezequias;
Ezequias gerou Manassés; Manassés gerou Amon;
Amon gerou Josias.
Josias gerou Jeconias e seus irmãos,
no tempo do exílio na Babilônia.
Depois do exílio na Babilônia,
Jeconias gerou Salatiel; Salatiel gerou Zorobabel;
Zorobabel gerou Abiud; Abiud gerou Eliaquim;
Eliaquim gerou Azor;
Azor gerou Sadoc; Sadoc gerou Aquim;
Aquim gerou Eliud;
Eliud gerou Eleazar; Eleazar gerou Mató;
Mató gerou Jacó.
Jacó gerou José, o esposo de Maria,
da qual nasceu Jesus, que é chamado o Cristo.
A origem de Jesus Cristo foi assim:
Maria, sua mãe, estava prometida em casamento
a José, e, antes de viverem juntos,
ela ficou grávida pela ação do Espírito Santo.
José, seu marido, era justo
e, não querendo denunciá-la,
resolveu abandonar Maria, em segredo.
Enquanto José pensava nisso,
eis que o anjo do Senhor apareceu-lhe, em sonho,
e lhe disse:
“José, Filho de Davi,
não tenhas medo de receber Maria como tua esposa,
porque ela concebeu pela ação do Espírito Santo.
Ela dará à luz um filho,
e tu lhe darás o nome de Jesus,
pois ele vai salvar o seu povo dos seus pecados”.
Tudo isso aconteceu para se cumprir
o que o Senhor havia dito pelo profeta:
“Eis que a virgem conceberá
e dará à luz um filho.
Ele será chamado pelo nome de Emanuel,
que significa: Deus está conosco”.
– Palavra da Salvação.
– Gloria a Vós Senhor.

 


atomasSanto Do Dia

São Tomás de Vilanova

08Nascido em Fuenllana em 1486, é uma das pessoas mais expressivas do século. Ainda muito novo, foi levado à cidade de Vilanova dos Infantes, na Espanha, onde adquiriu uma formação cultural fortíssima e demonstrou sua bondade e caridade para com os pobres. Em 1516, ingressou na vida religiosa adotando a Ordem dos Agostinianos, sendo ordenado sacerdote dois anos depois.

Contra a sua vontade, não demorou muito e  foi eleito superior, cargo que ocupou até 1544. O imperador Carlos V propôs, então, que se tornasse bispo da sede de Valência. Seu ingresso no bispado deu-se exatamente no dia 1o de janeiro de 1545. Baseou seu trabalho, como pastor, nos ensinamentos de Paulo e nos exemplos de grandes bispos da antiguidade cristã, entre eles Agostinho, Ambrósio e Gregório Magno.

Uma de suas maiores obras foi organizar várias formas de assistência. Entre elas, criou, no palácio episcopal, um orfanato para as criancinhas abandonadas, dando-lhes abrigo, cuidados e o carinho que tanto necessitavam. Acolhia de tal forma essas crianças que um dia chegou a ceder sua própria cama, pois não havia mais lugar para abrigá-las.

Tomas de Vilanova morreu no dia 8 de setembro de 1555. Só em 1658 foi incluído no álbum dos santos, pelo papa Alexandre VII.

A Igreja também celebra hoje a memória dos santos:  Adriano e Nestor.

Fonte:Franciscanos.org.com