(49) 3442.0358

Bairro Nações

nacoesA capela São Pedro Apóstolo, do bairro Nações, surgiu graças ao empenho e à participação de muitas pessoas que não mediram esforços para concretizar a obra. As primeiras missas eram celebradas nas casas das famílias Fávero, Germano, Monteiro e Scatolin. Mas a primeira celebração eucarística foi rezada na residência do Sr. Pedro Germano, que já se encontrava bastante enfermo, no dia 23 de agosto de 1986.

Visitando as famílias e percebendo a dificuldade de os idosos e enfermos se deslocarem até o centro da cidade para frequentarem à igreja, Frei Samuel Both, OFM, sentiu a necessidade de construir um templo no bairro. A obra teve início no ano de 1987 na colina Morada do Sol, como era chamada a localidade onde hoje se encontra o bairro Nações.

A escolha do apóstolo Pedro para padroeiro deve-se a uma homenagem ao Sr. Pedro Germano, em cuja casa foram celebradas muitas Santas Missas, a fim de confortá-lo na convalescença. Já o terreno foi doado pelos benfeitores Sr. Ernesto Balbinot e Sr. Aquilino Suzin. Para a construção da capela, foi montada uma comissão provisória, composta pelos senhores: Severino Sozzo, Ari Campanini, Ilário Scatolin, Olímpio Pozzo e Neri Monteiro. Essa equipe só foi dissolvida no final de 1987.

Enquanto não havia local apropriado, a catequese na comunidade era feita na residência da família Scatolin, onde, inclusive, foram realizadas algumas celebrações de Primeira Comunhão. Os primeiros catequistas do bairro foram José Martins, Irene Scatolin e Lorenice Veroneze. Já para o primeiro conselho, em 1988, a comunidade elegeu os seguintes: Ilário Scatolin, Nereu Pramio, Neri Monteiro, Edair Minusculi, João Zanela e Ilvo Pozzo. Neste mesmo ano, as Missas eram celebradas no porão de onde se construiria propriamente a capela. Também neste local, realizavam-se promoções e festas com o intuito de arrecadar fundos para a continuação da obra.

Os primeiros ministros extraordinários da Sagrada Comunhão Eucarística da comunidade foram os senhores Laurindo Veroneze e Severiano Sozzo e a primeira coordenação do grupo de jovens foi a cargo de Isalene Scatolin, Neudi Debiasi, Nadir Inhanha e Irene Scatolin.

Foram 12 anos de muita luta, trabalho, empenho e dedicação até à conclusão das obras de edificação do novo templo. A inauguração ocorreu com uma grande festa no dia 18 de abril de 1999, em uma missa celebrada pelo idealizador da construção: Frei Samuel Both, OFM. Eram coordenadores nesta época: Itacir Toerost, Neudi Maltauro e Antônio Barazetti. Os padrinhos da nova igreja foram: Alcir Carlos e Líbera Minusculi, Edair e Salete Minusculi, e Adelmo Budant e esposa.