(49) 3442.0358

Liturgia diária › 05/05/2017

6ª-feira da 3ª Semana da Páscoa

verdade5 de Maio de 2017

Cor: Branco

1ª Leitura (At 9,1-20)

Esse homem é o instrumento que escolhi
para anunciar o meu nome aos pagãos.

Leitura dos Atos dos Apóstolos
Naqueles dias:
Saulo só respirava ameaças e morte
contra os discípulos do Senhor.
Ele apresentou-se ao Sumo sacerdote
e pediu-lhe cartas de recomendação
para as sinagogas de Damasco,
a fim de levar presos para Jerusalém
os homens e mulheres
que encontrasse seguindo o Caminho.
Durante a viagem, quando já estava perto de Damasco,
Saulo, de repente,
viu-se cercado por uma luz que vinha do céu.
Caindo por terra, ele ouviu uma voz que lhe dizia:
‘Saulo, Saulo, por que me persegues?’
Saulo perguntou: ‘Quem és tu, Senhor?’
A voz respondeu:
‘Eu sou Jesus, a quem tu estás perseguindo.
Agora, levanta-te, entra na cidade,
e ali te será dito o que deves fazer.’
Os homens que acompanhavam Saulo
ficaram mudos de espanto,
porque ouviam a voz, mas não viam ninguém.
Saulo levantou-se do chão
e abriu os olhos, mas não conseguia ver nada.
Então pegaram nele pela mão e levaram-no para Damasco.
Saulo ficou três dias sem poder ver.
E não comeu nem bebeu.
Em Damasco, havia um discípulo chamado Ananias.
O Senhor o chamou numa visão: ‘Ananias!’
E Ananias respondeu: ‘Aqui estou, Senhor!’
O Senhor lhe disse:
‘Levanta-te, vai à rua que se chama Direita
e procura, na casa de Judas,
por um homem de Tarso chamado Saulo.
Ele está rezando.’
E, numa visão, Saulo contemplou
um homem chamado Ananias, entrando e impondo-lhe as mãos
para que recuperasse a vista.
Ananias respondeu:
‘Senhor, já ouvi muitos falarem desse homem
e do mal que fez aos teus fiéis
que estão em Jerusalém.
E aqui em Damasco ele tem plenos poderes,
recebidos dos sumos sacerdotes,
para prender todos os que invocam o teu nome.’
Mas o Senhor disse a Ananias:
‘Vai, porque esse homem é um instrumento que escolhi
para anunciar o meu nome aos pagãos,
aos reis e ao povo de Israel.
Eu vou mostrar-lhe
quanto ele deve sofrer por minha causa.’
Então Ananias saiu, entrou na casa,
e impôs as mãos sobre Saulo, dizendo:
‘Saulo, meu irmão, o Senhor Jesus,
que te apareceu quando vinhas no caminho,
ele me mandou aqui para que tu recuperes a vista
e fiques cheio do Espírito Santo.’
Imediatamente caíram dos olhos de Saulo como que escamas
e ele recuperou a vista.
Em seguida, Saulo levantou-se e foi batizado.
Tendo tomado alimento, sentiu-se reconfortado.
Saulo passou alguns dias com os discípulos de Damasco,
e logo começou a pregar nas sinagogas,
afirmando que Jesus é o Filho de Deus.
– Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.


Salmo (Sl 116, 1. 2 (R. Mc 16,15)

R. Ide, por todo o mundo, e a todos pregai o Evangelho.
Ou: Aleluia, Aleluia, Aleluia

 
Cantai louvores ao Senhor, todas as gentes,*
povos todos, festejai-o!R.

Pois comprovado é seu amor para conosco,*
para sempre ele é fiel!R.


Evangelho (Jo 6,52-59)

A minha carne é verdadeira comida
e o meu sangue, verdadeira bebida.

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São João
Naquele tempo:
Os judeus discutiam entre si, dizendo:
‘Como é que ele pode dar a sua carne a comer?’
Então Jesus disse:
‘Em verdade, em verdade vos digo,
se não comerdes a carne do Filho do Homem
e não beberdes o seu sangue,
não tereis a vida em vós.
Quem come a minha carne
e bebe o meu sangue
tem a vida eterna,
e eu o ressuscitarei no último dia.
Porque a minha carne é verdadeira comida
e o meu sangue, verdadeira bebida.
Quem come a minha carne
e bebe o meu sangue
permanece em mim e eu nele.
Como o Pai, que vive, me enviou,
e eu vivo por causa do Pai,
assim o que me come
viverá por causa de mim.
Este é o pão que desceu do céu.
Não é como aquele que os vossos pais comeram.
Eles morreram.
Aquele que come este pão viverá para sempre.’
Assim falou Jesus,
ensinando na sinagoga em Cafarnaum.
 – Palavra da Salvação.
 – Gloria a Vós Senhor.


Reflexão (Jo 6, 52-59)

 

Como pode ele dar a sua carne a comer? Como entender que para ter a vida eterna e ressuscitar no último dia é preciso comer a verdadeira comida e beber a verdadeira bebida que são a carne e o sangue de Jesus? Essas verdades se constituem numa realidade absurda para os judeus. Por que? Porque eles não conheceram verdadeiramente quem é Jesus. No mundo de hoje, encontramos muitas pessoas que, como os judeus, não conhecem Jesus e vêem a eucaristia como uma realidade absurda. Precisamos agir como missionários para que essas pessoas conheçam Jesus, se alimentem da verdadeira comida e da verdadeira bebida e vivam para sempre.


angelo23Santo Do Dia

Santo Ângelo

Uma tradição muito antiga nos trás a luz sobre a vida de Ângelo. Os registros indicam que ele nasceu em 1185, na cidade de Jerusalém, de pais judeus pela religião, chamados José e Maria, nomes muito comuns na região. E que eles se converteram após Nossa Senhora ter avisado Ângelo, durante as orações, que ele teria um irmão, o que lhes parecia impossível, porque seus pais eram idosos. Mas isso aconteceu. Emocionados, receberam o batismo junto com a criança, à qual deram o nome de João. Mais tarde, ele também vestiu o hábito carmelita.

Ângelo viveu em muitos conventos da Palestina e da Ásia Menor. Recebeu muitas graças do Senhor, sobretudo o dom da profecia e dos milagres, depois de viver cinco anos no monte Carmelo, mesmo lugar onde viveu o profeta Elias. Entrou para a Ordem do Carmo quando tinha apenas dezoito anos e, em 1213, foi ordenado sacerdote.

Ainda segundo a tradição, Ângelo saiu do monte Carmelo com os primeiros carmelitas que foram para Roma a fim de obter do papa Honório III a aprovação da Regra do Carmelo, e depois imigraram para a Sicília.

Lá, ao visitar a basílica de São João, se encontrou com os sacerdotes, que se tornaram santos, Domingos de Gusmão e Francisco de Assis, instante em que previu e anunciou a sua morte como mártir de Jesus Cristo.

Dentre seus grandes feitos, o que mais se destaca é o trabalho de evangelização que manteve entre os hereges cátaros daquela cidade. A história narra que ele conseguiu converter até uma mulher que, antes disso, mantinha uma vida de pecados, até mesmo uma relação incestuosa com um rico senhor do lugar.

No dia 5 de maio de 1220, Ângelo fez sua última pregação na igreja de São Tiago de Licata, na Sicília. Nesse dia foi morto, vítima daquele rico homem, que não se conformou com o abandono e a conversão de sua amante, encomendando o assassinato.

Venerado pela população, logo uma igreja foi erguida no lugar de seu martírio, onde foi sepultado o seu corpo. A Igreja canonizou o mártir santo Ângelo em 1498. Porém somente em 1662 as suas relíquias foram transladadas para a igreja dos carmelitas. O seu culto se difundiu amplamente no meio dos fiéis e na Ordem do Carmo.

Santo Ângelo foi nomeado padroeiro de muitas localidades, inicialmente na Itália, depois em outras regiões da Europa. Sua veneração se mantém até os nossos dias, sendo invocado pelo povo e devotos nas situações de suas dificuldades. Os primeiros padres carmelitas da América difundiram a sua devoção, construindo igrejas, nomeando as aldeias que se formavam, e expandiram o seu culto, que também chegou ao Brasil.

A Igreja também celebra hoje a memória dos santos: Silvano, Joviniano e Niceto.
Fonte:Franciscanos.org.com