(49) 3442.0358

Liturgia diária › 30/06/2017

6ª-feira da 12ª Semana do Tempo Comum


puri30 de Junho de 2017

Cor: Verde

1ª Leitura (Gn 17.1.9-10.15-22)

Este é o sinal de minha aliança:
todo homem entre vós deverá ser circuncidado.
Sara te dará um filho.

Leitura do Livro do Gênesis
Abrão tinha noventa e nove anos de idade,
quando o Senhor lhe apareceu e lhe disse:
‘Eu sou o Deus Poderoso.
Anda na minha presença e sê perfeito.
Deus disse ainda a Abraão:
‘Guarda a minha aliança,
tu e a tua descendência para sempre.
Esta é a minha aliança que devereis observar,
aliança entre mim e vós e tua descendência futura:
todo homem entre vós deverá ser circuncidado’.
Deus disse também a Abraão:
‘Quanto à tua mulher, Sarai,
já não a chamarás Sarai, mas Sara.
Eu a abençoarei e também dela te darei um filho.
Vou abençoá-la, e ela será mãe de nações,
e reis de povos dela sairão’.
Abraão prostrou-se com o rosto em terra,
e pôs-se a rir, dizendo consigo mesmo:
‘Será que um homem de cem anos vai ter um filho
e que, aos noventa anos, Sara vai dar à luz?’.
E, dirigindo-se a Deus, disse:
‘Se ao menos Ismael pudesse viver em tua presença’.
Deus, porém, disse:
‘Na verdade, é Sara, tua mulher,
que te dará um filho, a quem chamarás Isaac.
Com ele estabelecerei a minha aliança,
uma aliança perpétua para a sua descendência.
Atendo ao teu pedido, também, a respeito de Ismael.
Eu o abençoarei e tornarei fecundo
e extremamente numeroso.
Será pai de doze príncipes
e farei dela uma grande nação.
Mas, quanto à minha aliança, eu a estabelecerei com Isaac,
o filho que Sara te dará no ano que vem, por este tempo’.
Tendo acabado de falar com Abraão, Deus se retirou.
Palavra do Senhor.
Graças a Deus.


Salmo (Sl 127 (128),1-2. 3. 4-5 (R. 4)

R. Será assim abençoado todo aquele que respeita o Senhor.

Feliz és tu se temes o Senhor*
e trilhas seus caminhos!
Do trabalho de tuas mãos hás de viver,*
serás feliz, tudo irá bem!R.

A tua esposa é uma videira bem fecunda*
no coração da tua casa;
os teus filhos são rebentos de oliveira*
ao redor de tua mesa.R.

Será assim abençoado todo homem*
que teme o Senhor.
O Senhor te abençoe de Sião,*
cada dia de tua vida.R.


Evangelho (Mt 8,1-4)

Se queres, tu tens o poder de me purificar.

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus
Tendo Jesus descido do monte,
numerosas multidões o seguiam.
Eis que um leproso se aproximou
e se ajoelhou diante dele, dizendo:
‘Senhor, se queres, tu tens o poder de me purificar.’
Jesus estendeu a mão, tocou nele e disse:
‘Eu quero, fica limpo.’
No mesmo instante, o homem ficou curado da lepra.
Então Jesus lhe disse:
‘Olha, não digas nada a ninguém,
mas vai mostrar-te ao sacerdote,
e faze a oferta que Moisés ordenou,
para servir de testemunho para eles.’
Palavra da Salvação.
Gloria a vós Senhor.

 


leoSanto do dia.

Os primeiros mártires do Cristianismo

Os primeiros mártires do Cristianismo Depois da solenidade universal dos apóstolos São Pedro e Paulo, o novo calendário romano universal apresenta a memória de outros cristãos que se tornaram os primeiros mártires da Igreja de Roma, por isso, protomártires. Eles foram vítimas da perseguição de Nero, em seguida ao incêndio de Roma, ocorrido a 19 de julho de 64.

O imperador Nero, considerado um déspota imoral e louco por alguns historiadores, viu-se acusado de ter sido o causador do sinistro. Para defender-se, acusou os cristãos, fazendo brotar um ódio contra os seguidores da fé que se espalharia pelos anos seguintes.

Nero aproveitou-se das calúnias que já cercavam a pequena e pouco conhecida comunidade hebraica que habitava Roma, formada por pacíficos cristãos. Na cabeça do povo já havia, também, contra eles, o fato de recusarem-se a participar do culto aos deuses pagãos. Aproveitando-se do desconhecimento geral sobre a religião, Nero culpou os cristãos e ordenou o massacre de todos eles.

Há registros de um sadismo feroz e inaceitável, que fez com que o povo romano, até então liberal com relação às outras religiões, passasse a repudiar violentamente os cristãos. Houve execuções de todo tipo e forma e algumas cenas sanguinárias estimulavam os mais terríveis sentimentos humanos, provocando implacável perseguição.

Alguns adultos foram embebidos em piche e transformados em tochas humanas usadas para iluminar os jardins da colina Oppio. Em outro episódio revoltante, crianças e mulheres foram vestidas com peles de animais e jogadas no circo às feras, para serem destroçadas e devoradas por elas.

Desse modo, a crueldade se estendeu de 64 até 67, chegando a um exagero tão grande que acabou incutindo no povo um sentimento de piedade. Não havia justificativa, nem mesmo alegando razões de Estado, para tal procedimento. O ódio acabou se transformando em solidariedade.

Os apóstolos são Pedro e são Paulo foram duas das mais famosas vítimas do imperador tocador de lira, por isso a celebração dos mártires de Nero foi marcada para um dia após a data que lembra o martírio de ambos.

Porém, como bem nos lembrou o papa Clemente, o dia de hoje é a festa de todos os mártires, que com o seu sangue sedimentaram a gloriosa Igreja Católica Apostólica Romana.

A Igreja também celebra hoje a memória dos santos: Lucina, Basiles e Teobaldo

Fonte: Franciscanos.org.com