(49) 3442.0358

Liturgia diária › 27/06/2017

3ª-feira da 12ª Semana do Tempo Comum

ali3027 de Junho de 2017

Cor: Verde

1ª Leitura (Gn 13,2.5-18)

Não deve haver discórdia entre nós pois somos irmãos.

Leitura do Livro do Gênesis
Abrão era muito rico em rebanhos, prata e ouro.
Ló, que acompanhava Abrão, também tinha ovelhas, gado e tendas.
A região já não bastava para os dois,
pois seus rebanhos eram demasiado numerosos,
para poderem morar juntos.
Surgiram discórdias entre os pastores
que cuidavam da criação de Abrão, e os pastores de Ló.
Naquele tempo, os cananeus e os fereseus ainda
habitavam naquela terra.
Abrão disse a Ló:
‘Não deve haver discórdia entre nós
e entre os nossos pastores,
pois somos irmãos.
Estás vendo toda esta terra diante de ti?
Pois bem, peço-te, separa-te de mim.
Se fores para a esquerda, eu irei para a direita;
Se fores para a direita, eu irei para a esquerda’.
Levantando os olhos,
Ló viu que toda a região em torno do Jordão
era por toda a parte irrigada
– isso antes que o Senhor destruísse Sodoma e Gomorra -,
era como um jardim do Senhor
e como o Egito,
até a altura de Segor.
Ló escolheu, então, para si a região em torno do Jordão,
e foi para oriente.
Foi assim que os dois se separaram um do outro.
Abrão habitou na terra de Canaã,
enquanto que Ló se estabeleceu nas cidades próximas do Jordão,
e armou suas tendas até Sodoma.
Ora, os habitantes de Sodoma eram péssimos,
e grandes pecadores diante do Senhor.
E o Senhor disse a Abrão,
depois que Ló se separou dele:
‘Ergue os olhos e, do lugar onde estás,
olha para o norte e para o sul,
para o oriente e para o ocidente:
toda essa terra que estás vendo, eu a darei
a ti e à tua descendência para sempre.
Tornarei tua descendência tão numerosa
como o pó da terra.
Se alguém puder contar os grãos do pó da terra,
então poderá contar a tua descendência.
Levanta-te e percorre este país de ponta a ponta,
porque é a ti que o darei.
Tendo desarmado suas tendas,
Abrão foi morar junto ao Carvalho de Mambré, que está em Hebron,
e ali construiu um altar ao Senhor.
Palavra do Senhor.
Graças a Deus.


Salmo (Sl 14, 2-3ab. 3cd-4ab. 5 (R. 1b)

R. Senhor, quem morará em vosso Monte Santo?

É aquele que caminha sem pecado*
e pratica a justiça fielmente;
aque pensa a verdade no seu íntimo *
e não solta em calúnias sua língua.R.

Que em nada prejudica o seu irmão,*
nem cobre de insultos seu vizinho;
aque não dá valor algum ao homem ímpio,*
mas honra os que respeitam o Senhor.R.

não empresta o seu dinheiro com usura,
nem se deixa subornar contra o inocente.*
Jamais vacilará quem vive assim!R.


Evangelho (Mt 7,6.12-14)

Tudo quanto quereis que os outros vos façam,
fazei também a eles.

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo Segundo São Mateus
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos:
Não deis aos cães as coisas santas,
nem atireis vossas pérolas aos porcos;
para que eles não as pisem com os pés
e, voltando-se contra vós, vos despedacem.
Tudo quanto quereis que os outros vos façam,
fazei também a eles.
Nisto consiste a Lei e os Profetas.
Entrai pela porta estreita,
porque larga é a porta
e espaçoso é o caminho que leva à perdição,
e muitos são os que entram por ele!
Como é estreita a porta
e apertado o caminho que leva à vida!
E são poucos os que o encontram!
– Palavra da Salvação.
– Gloria a vós Senhor.


aleSanto do Dia

São Cirilo de Alexandria

São Cirilo de Alexandria São Cirilo, Patriarca de Alexandria, sobrinho e sucessor do Patriarca Teófilo, governou a Igreja de Alexandria durante 23 anos. Fechou todas as igrejas novacianas, expulsou da cidade os judeus, o que lhe importou grave conflito com o governador Orestes. Opôs-se com toda a energia à heresia nestoriana.

Cirilo nasceu no ano de 370, no Egito. Era sobrinho de Teófilo, bispo de Alexandria, e substituiu o tio na importante diocese do Oriente de 412 até 444, quando faleceu aos setenta e quatro anos de idade.

Foram trinta e dois anos de episcopado, durante os quais exerceu forte liderança na Igreja, devido à rara associação de um acurado e profundo conhecimento teológico e de uma humildade e simplicidade próprias do pastor de almas. Deixou muitos escritos e firmou a posição da Igreja no Oriente. Primeiro, resolveu o problema com os judeus que habitavam a cidade: ou deixavam de atacar a religião católica ou deviam mudar-se da cidade. Depois, foi fechando as igrejas onde não se professava o verdadeiro cristianismo.

Mas sua grande obra foi mesmo a defesa do dogma de Maria, como a Mãe de Deus. Ele se opôs e combateu Nestório, patriarca de Constantinopla, que professava ser Maria apenas a mãe do homem Jesus e não de Um que é Deus, da Santíssima Trindade, como está no Evangelho. Por esse erro de pregação, Cirilo escreveu ao papa Celestino, o qual organizou vários sínodos e concílios, onde o tema foi exaustivamente discutido. Em todos, esse papa se fez representar por Cirilo.

O mais importante deles talvez tenha sido o Concilio de Éfeso, em 431, no qual se concluiu o assunto com a condenação dos erros de Nestório e a proclamação da maternidade divina de Nossa Senhora. Além, é claro, de considerar hereges os bispos que não aceitavam a santidade de Maria.

Logo em seguida, todos eles, ainda liderados por Nestório, que continuaram pregando a tal heresia, foram excomungados. Contudo as ideias “nestorianas” ainda tiveram seguidores, até pouco tempo atrás, no Oriente. Somente nos tempos modernos elas deixaram de existir e todos acabaram voltando para o seio da Igreja Católica e para os braços de sua eterna rainha: Maria, a Santíssima Mãe de Deus.

Cultuado na mesma data por toda a Igreja Católica, do Oriente e do Ocidente, são Cirilo de Alexandria, célebre Padre da Igreja, bispo e confessor, recebeu o título de doutor da Igreja treze séculos após sua morte, durante o pontificado do papa Leão XIII.

Oração:

“Eu vos saúdo, Maria, mãe de Deus, tesouro venerável de todo o universo, farol que se não extingue, brilhante coroa da virgindade, cetro da boa doutrina…Eu vos saúdo, vós que, no vosso seio virginal, contivestes aquele que é imenso e incompreensível; vós por quem a Santa Trindade é glorificada e adorada; vós por quem a cruz preciosa do Salvador é exaltada por toda a terra; vós por quem o céu triunfa, os anjos se rejubilam, os demônios fogem, o tentador é vencido, a criatura culpada se eleva ao céu, o conhecimento da verdade se estabelece sobre as ruínas da idolatria; vós por quem os fiéis obtêm o batismo, e são ungidos com o óleo da alegria; vós, por quem todas as igrejas do mundo foram fundadas, e as nações conduzidas à penitência; vos, enfim, por quem o Filho único de Deus, que é a luz do mundo, iluminou aqueles que se achavam sentados nas sombras da morte!…Haverá homem que possa louvar dignamente a incomparável Maria?”

A Igreja também celebra hoje a memória dos santos: Ladislau, Madalena Fontaine

Fonte:Franciscanos.org.com