(49) 3442.0358

Liturgia diária › 21/08/2017

2ª-feira da 20ª Semana do Tempo Comum

Ateu21 de Agosto de 2017

S. Pio X Pp, memória

Cor: Branco

1ª Leitura (Jz 2,11-19)

O Senhor mandou-lhes juízes;
eles, porém, nem aos seus juízes quiseram ouvir.

Leitura do Livro dos Juízes
Naqueles dias:
Os filhos de Israel
fizeram o que desagrada ao Senhor,
servindo a deuses cananeus.
Abandonaram o Senhor, o Deus de seus pais,
que os havia tirado do Egito,
e seguiram outros deuses
dos povos que em torno deles habitavam, e os adoraram,
provocando assim a ira do Senhor.
Afastaram-se do Senhor,
para servir a Baal e a Astarte.
Por isso acendeu-se contra Israel a ira do Senhor,
que os entregou nas mãos dos salteadores que os saqueavam,
e os vendeu aos inimigos que habitavam nas redondezas.
E eles não puderam resistir aos seus adversários.
Em tudo o que desejassem empreender,
a mão do Senhor estava contra eles para sua desgraça,
como lhes havia dito e jurado.
A sua aflição era extrema.
Então o Senhor mandou-lhes juízes,
que os livrassem das mãos dos saqueadores.
Eles, porém, nem aos seus juízes quiseram ouvir,
e continuavam a prostituir-se com outros deuses,
adorando-os.
Depressa se afastaram do caminho seguido por seus pais,
que haviam obedecido aos mandamentos do Senhor;
não procederam como eles.
Sempre que o Senhor lhes mandava juízes,
o Senhor estava com o juiz,
e os livrava das mãos dos inimigos
enquanto o juiz vivia,
porque o Senhor se deixava comover
pelos gemidos dos aflitos.
Mas, quando o juiz morria, voltavam a cair
e portavam-se pior que seus pais,
seguindo outros deuses,
servindo-os e adorando-os.
Não desistiram de suas obras perversas
nem da sua conduta obstinada.
– Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

 


Salmo (Sl 105,34-35. 36-37. 39-40. 43ab.44 (R. 4a)
 

R. Lembrai-vos de nós ó Senhor,
 segundo o amor para com vosso povo!

 
Não quiseram suprimir aqueles povos, *
que o Senhor tinha mandado exterminar;
misturaram-se, então, com os pagãos, *
e aprenderam seus costumes depravados.R.

Aos ídolos pagãos prestaram culto, *
que se tornaram armadilha para eles;
pois imolaram até mesmo os próprios filhos, *
sacrificaram suas filhas aos demônios.R.

Contaminaram-se com suas próprias obras, *
prostituíram-se em crimes incontáveis.
Acendeu-se a ira de Deus contra o seu povo, *
e o Senhor abominou a sua herança.R.

Quantas vezes o Senhor os libertou! +
Eles, porém, por malvadez o provocavam, *
Mas o Senhor tinha piedade do seu povo, *
quando ouvia o seu grito na aflição.R.


Evangelho (Mt 19,16-22)

Se tu queres ser perfeito, vai, vende tudo o que tens,
e terás um tesouro no céu.

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus
Alguém aproximou-se de Jesus e disse:
‘Mestre, o que devo fazer de bom para possuir a vida eterna?’
Jesus respondeu:
‘Por que tu me perguntas sobre o que é bom?
Um só é o Bom.
Se tu queres entrar na vida, observa os mandamentos.’
O homem perguntou: ‘Quais mandamentos?’
Jesus respondeu: ‘Não matarás, não cometerás adultério,
não roubarás, não levantarás falso testemunho,
honra teu pai e tua mãe,
e ama teu próximo como a ti mesmo.’
O jovem disse a Jesus:
‘Tenho observado todas essas coisas.
O que ainda me falta?’
Jesus respondeu:
‘Se tu queres ser perfeito, vai, vende tudo o que tens,
dá o dinheiro aos pobres e terás um tesouro no céu.
Depois, vem e segue-me.’
Quando ouviu isso, o jovem foi embora cheio de tristeza,
porque era muito rico.
– Palavra da Salvação.
– Gloria a Vós Senhor.


ApioSanto Do Dia

São Pio X

São Pio X Giuseppe Sarto, assim era o seu nome, nasceu em Riese (Treviso), em 1835, em uma família de camponeses. Depois de estudar no Seminário de Pádua, foi ordenado sacerdote aos 23 anos. No começo, foi vigário em Tombolo, após pároco em Salzano, depois cônego da catedral de Treviso, com o encargo de chanceler episcopal e diretor espiritual do Seminário Diocesano. Nestes anos de rica e generosa experiência pastoral, o futuro Pontífice mostrou aquele profundo amor a Cristo e à Igreja, aquela humildade e simplicidade e aquela grande caridade com relação aos mais necessitados, que foram características de toda a sua vida. Em 1884, foi nomeado Bispo de Mântua e, em 1893, Patriarca de Veneza. Em 4 de agosto de 1903, foi eleito Papa, ministério que aceitou com hesitação, porque não se considerava digno de uma tarefa assim tão alta.

O pontificado de São Pio X deixou um sinal indelével na história da Igreja e foi caracterizado por um notável esforço de reforma, sintetizado no seu lema Instaurare omnia in Christo (Renovar todas as coisas em Cristo). Suas intervenções, de fato, envolveram os diversos ambientes eclesiais. Desde o início, dedicou-se à reorganização da Cúria Romana; após, deu início aos trabalhos para a redação do Código de Direito Canônico, promulgado pelo seu Sucessor, Bento XV. Promoveu, em seguida, a revisão dos estudos e do “iter” (processo) de formação dos futuros sacerdotes, fundando também vários Seminários regionais, equipados com boas bibliotecas e professores preparados. Outro setor importante foi aquele da formação doutrinal do Povo de Deus. Desde os anos em que era pároco, havia escrito ele próprio um catecismo e, durante o episcopado em Mântua, trabalhou a fim de se chegasse a um catecismo único, se não universal, pelo menos italiano. Como autêntico pastor, havia entendido que a situação da época, também devido ao fenômeno da emigração, tornava necessário um catecismo a que todos os fiéis pudessem recorrer independentemente do local e das circunstâncias da vida. Como Pontífice, preparou um texto de doutrina cristã para a Diocese de Roma, que se difundiu  depois por toda a Itália e no mundo. Esse Catecismo é chamado “de Pio X” e foi, para muitos, um guia seguro no aprender as verdades da fé através de uma linguagem simples, clara e precisa, com eficácia positiva.

Notável atenção dedicou à reforma da Liturgia, em particular da música sacra, para conduzir os fiéis a uma mais profunda vida de oração e a uma mais plena participação nos Sacramentos. No Motu Proprio Tra le sollecitudini (1903, primeiro ano de seu pontificado), ele afirma que o verdadeiro espírito cristão tem a sua primeira e indispensável fonte na participação ativa nos sacrossantos mistérios e na oração pública e solene da Igreja (cf. ASS 36 [1903], 531). Por isso, recomendou a recorrência frequente aos sacramentos, favorecendo a frequência cotidiana à Santa Comunhão, bem preparados, e antecipando oportunamente a Primeira Comunhão das crianças para em torno de sete anos de idade, “quando a criança começa a raciocinar” (cf. Sagrada Congregação De Sacramentis, Decretum Quam singulari: AAS 2 [1910], 582).

Fiel à missão de confirmar os irmãos na fé, São Pio X, frente a algumas tendências que se manifestaram no contexto teológico no final do século XIX e início do século XX, interveio decisivamente, condenando o “Modernismo”, para defender os fiéis das concepções errôneas e promover um aprofundamento científico da Revelação em consonância com a Tradição da Igreja. Em 7 de maio de 1909, com a Carta Apostólica Vinea electa, fundou o Pontifício Instituto Bíblico. Os últimos meses de sua vida foram marcados pelos clarões da guerra. O apelo aos católicos do mundo, lançado em 2 de agosto de 1914 para expressar “a amargura” do momento presente, foi o grito sofredor do pai que vê os filhos se colocarem uns contra os outros. Morreu pouco tempo depois, em 20 de agosto, e a sua fama de santidade começou a se espalhar rapidamente entre o povo cristão.

Queridos irmãos e irmãs, São Pio X ensina a nós todos que a base da nossa ação apostólica, nos vários campos em que atuamos, sempre deve ser uma íntima união pessoal com Cristo, a se cultivar e crescer dia após dia. Esse é o núcleo de todo o seu ensinamento, de todo o seu compromisso pastoral. Somente se estamos enamorados pelo Senhor seremos capazes de levar os homens a Deus e apresentá-los a Seu amor misericordioso, e, assim, apresentar o mundo à misericórdia de Deus.

No dia 20 de agosto de 1914, aos setenta e nove anos, Pio X morreu. O povo, de imediato, passou a venerá-lo como um santo. Mas só em 1954 ele foi oficialmente canonizado.

A Igreja também celebra hoje a memória dos santos: Ciríaca e Humbelina.
Fonte:Franciscanos.org.com