(49) 3442.0358

Liturgia diária › 29/07/2017

17º Domingo do Tempo Comum

sabedoria30 de Julho de 2017

Cor: Verde

1ª Leitura (1Rs 3, 5.-712)

Leitura do Primeiro Livro dos Reis
Naqueles dias:
Em Gabaon o Senhor apareceu a Salomão,
em sonho, durante a noite, e lhe disse:
‘Pede o que desejas e eu to darei’.
E Salomão disse: Senhor meu Deus,
tu fizeste reinar o teu servo
em lugar de Davi, meu pai.
Mas eu não passo de um adolescente,
que não sabe ainda como governar.
Além disso, teu servo está no meio do teu povo eleito,
povo tão numeroso que não se pode contar ou calcular.
Dá, pois, ao teu servo, um coração compreensivo,
capaz de governar o teu povo
e de discernir entre o bem e o mal.
Do contrário, quem poderá governar
este teu povo tão numeroso?’
Esta oração de Salomão agradou ao Senhor.
E Deus disse a Salomão:
‘Já que pediste estes dons
e não pediste para ti longos anos de vida,
nem riquezas, nem a morte de teus inimigos,
mas sim sabedoria para praticar a justiça,
vou satisfazer o teu pedido;
dou-te um coração sábio e inteligente,
como nunca houve outro igual antes de ti,
nem haverá depois de ti.
Palavra do Senhor.
Graças a Deus.


Salmo (Sl 118,57.72.76-77.127-128.129-130 (R.97a)

R. Como eu amo, Senhor, a vossa lei, vossa palavra!

É esta a parte que escolhi por minha herança:*
observar vossas palavras, ó Senhor!
A lei de vossa boca, para mim,*
vale mais do que milhões em ouro e prata.R.

Vosso amor seja um consolo para mim,
conforme a vosso servo prometestes.
Venha a mim o vosso amor e viverei,*
porque tenho em vossa lei o meu prazer!R.

Por isso amo os mandamentos que nos destes,*
mais que o ouro, muito mais que o ouro fino!
Por isso eu sigo bem direito as vossas leis,*
detesto todos os caminhos da mentira.R.

Maravilhosos são os vossos testemunhos,*
eis por que meu coração os observa!
Vossa palavra, ao revelar-se, me ilumina,*
ela dá sabedoria aos pequeninos.R.


2ª Leitura (Rm 8,28-30)

Ele nos predestinou para sermos
conformes à imagem de seu Filho.

Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos
Irmãos:
Sabemos que tudo contribui para o bem daqueles que amam
a Deus, daqueles que são chamados para a salvação,
de acordo com o projeto de Deus.
Pois aqueles que Deus contemplou com seu amor desde
sempre, a esses ele predestinou
a serem conformes à imagem de seu Filho, para que
este seja o primogênito numa multidão de irmãos.
E aqueles que Deus predestinou, também os chamou.
E aos que chamou, também os tornou justos;
e aos que tornou justos, também os glorificou.
Palavra do Senhor.
Graças a Deus.


Evangelho (Mt 13,44-52)

Ele vende todos os seus bens e compra aquele campo.

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus
Naquele tempo, disse Jesus à multidão:
‘O Reino dos Céus é como um tesouro escondido no campo.
Um homem o encontra e o mantém escondido.
Cheio de alegria, ele vai, vende todos os seus bens
e compra aquele campo.
O Reino dos Céus também é como um comprador
que procura pérolas preciosas.
Quando encontra uma pérola de grande valor,
ele vai, vende todos os seus bens
e compra aquela pérola.
O Reino dos Céus é ainda
como uma rede lançada ao mar
e que apanha peixes de todo tipo.
Quando está cheia,
os pescadores puxam a rede para a praia,
sentam-se e recolhem os peixes bons em cestos
e jogam fora os que não prestam.
Assim acontecerá no fim dos tempos:
os anjos virão para separar
os homens maus dos que são justos,
e lançarão os maus na fornalha de fogo.
E ai, haverá choro e ranger de dentes.
Compreendestes tudo isso?’
Eles responderam: ‘Sim.’
Então Jesus acrescentou:
‘Assim, pois, todo o mestre da Lei,
que se torna discípulo do Reino dos Céus,
é como um pai de família
que tira do seu tesouro coisas novas e velhas.’
Palavra da Salvação.
Gloria a vós Senhor.


crisSanto do dia.

São Pedro Crisólogo

São Pedro Crisólogo Pedro Crisólogo, Pedro “das palavras de ouro”, pois, é exatamente este o significado do seu sobrenome, dado sabiamente pelo povo e pelo qual se tornou conhecido para sempre. Ele nasceu em Ímola, uma província de Ravena, não muito distante de Roma, no ano 380. E mereceu este título, assim como os outros que a Igreja lhe concedeu.

Filho de pais cristãos, foi educado na fé e cedo ordenado diácono. Considerado um dos maiores pregadores da história da Igreja, era assistido, frequentemente, pela imperatriz romana Galla Plácida e seus filhos. Ela o fez seu conselheiro pessoal e, em 424, influenciou para que ele se tornasse o arcediácono de Ravena. Numa época em que a cidade era a capital do Império Romano no Ocidente e, também, a metrópole eclesiástica.

Mais tarde, o próprio imperador romano, Valentiniano III, filho de Galla Plácida, indicou-o para ser o bispo de Ravena. Em 433, Pedro Crisólogo tornou-se o primeiro bispo ocidental a ocupar essa diocese, sendo consagrado pessoalmente pelo papa Xisto III.

Pedro Crisólogo escreveu, no total, cento e setenta e seis homilias de cunho popular, pelas quais dogmas e liturgias foram explicados de forma simples, direta, objetiva e muito atrativa, proporcionando incontáveis conversões.

Em 448, recebeu a importante visita de um ilustre bispo do seu tempo, Germano de Auxerre, que fatidicamente adoeceu e, assistido por ele, morreu em Ravena. Também defendeu a autoridade do papa, então Leão I, o Grande, sobre a questão monofisita, que pregava Cristo em uma só natureza. Essa heresia, vinda do Oriente, propagava-se perigosamente, mas foi resolvida nos concílios de Éfeso e Calcedônia.

Pedro Crisólogo morreu na sua cidade natal, numa data incerta. Alguns historiadores dizem que foi em 31 de julho de 451, mas ele é venerado pela Igreja no dia 30 de julho de 450, data mais provável do seu falecimento.

A autoria dos seus célebres sermões, ricos em doutrina, conferiu-lhe outro título, o de doutor da Igreja, concedido em 1729 pelo papa Bento XIII. São Pedro Crisólogo, ainda hoje, é considerado um modelo de contato com o povo e um exemplo de amor à pregação do Evangelho, o ideal de pastor para a Igreja.

A Igreja também celebra hoje a memória dos santos: Everaldo Hanse e Julita.

Fonte:Franciscanos.org.com.